Técnologia em favor da aprendizagem

Tecnologia em favor da aprendizagem

  • O uso de tecnologias digitais está promovendo maiores oportunidades de aprendizagem em Instituições de Ensino de diversos níveis e, por isso, os dispositivos móveis são um importante recurso educacional para jovens e adolescentes. Esta geração de “nativos digitais” nasceu dominando o uso da tecnologia móvel e, quando devidamente estimulada e com objetivos pedagógicos, é capaz de assumir protagonismo no processo de ensino-aprendizagem dentro e fora da sala de aula. Há dois anos na função, os alunos da 8ª série do Colégio Santa Maria substituíram as tradicionais apostilas impressas pelos smartphones durante os estudos realizados em bairros como Brás, Bixiga e Barra Funda.
  • Carregando seus dispositivos móveis equipados com um aplicativo desenvolvido pelos professores em um software livre (www.fabricadeaplicativos.com.br), as crianças tiveram a oportunidade de investigar, compreender e refletir sobre os diferentes processos migratórios que contribuem com a identidade cultural paulistana, coletando e armazenando sons, imagens e depoimentos durante o percurso proposto pelo estudo. Além de ser ambientalmente sustentável, uma vez que centenas de apostilas impressas não eram produzidas economizando papel e tinta, o uso de dispositivos de tecnologia móvel gera uma relação maior do aprendizado escolar com a realidade do aluno.
  • Durante a imersão nos Brás, Bixiga e Barra Funda, bairros tradicionais de São Paulo, os alunos da 8ª série visitaram o Museu da Imigração e compreenderam a importância do imigrante na construção de nossa identidade e história. No Bixiga, no Bela Vista, os alunos se dividiram em grupos e conheceram importantes marcos da cultura italiana, como a Igreja Achiropita e restaurantes típicos. 
  • Após esta grande experiência vivida e recolhidos dados, imagens, sons e registos pessoais, os alunos, divididos em grupos, deram início ao trabalho “depois do campo”. Eles puderam selecionar imagens, transcrever depoimentos, escrever textos e ter discussões acadêmicas sobre o material coletado em algumas aulas e, por fim, puderam inserir o que aprenderam em aplicativos para dispositivos móveis produzidos por eles próprios que posteriormente seriam apresentados ao público durante a “Semana de Pe. Moreau ”.
  • Também produziram uma peça de teatro sobre os três bairros, Brás, Bixiga e Barra Funda, falando sobre seus aspectos culturais e sociais no início do século 20 e agora, no século XXI. Foi um sucesso absoluto! Essas crianças demonstraram grande sensibilidade e compreensão do livro “Brás, Bexiga e Barra Funda”, de AlcântaraMachad e durante a viagem de campo
Space Vitrine
0 0 votos
Classificação
Se inscrever
Notificar de
0 Comentário
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários